BlogBlogs.Com.Br

06/11/2008

Meu doce aquário

Como pode o peixe vivo viver fora da água fria?

...

Não sou destas pessoas que levam a interpretação de signos tão a sério.
Mas confesso que costumo considerar este fator na hora de analisar e avaliar alguém.
Por exemplo, dou desconto ao comportamento ciumento de uma amiga se eu sei que ela é do signo de escorpião. Faz parte.
Baixo a bola diante de um sagitariano. Melhor evitar o conflito.
Procuro não pisar na bola com um taurino.
E assim por diante.
Acontece que todas as minhas considerações astrais são fruto de convivência e observação.
Não leio sobre signos.
Não tenho paciência para isso.
Já confessei por aqui que sou do signo de peixes.
Sei que fica meio chato escrever isso, mas o tal ser aquático é, sem dúvida, o melhor de todos do zodíaco.
Sensível, amigo, de mente e coração abertos.
O único problema é que tamanha sensibilidade e a boa receptividade ao novo as vezes desbaratinam a cabeça do pobre pisciano.
Atordoados com tantas possibilidades neste mundo que se recicla a cada dia, pode ser que percamos o rumo.
E é por isso que eu digo que uma das melhores coisas que me aconteceu nesta vida foi encontrar meu aquário.
Um lugar seguro e confortável onde eu me desenvolvo. Cresço.
E o melhor de tudo nesta história é que eu não to falando de um aquário qualquer.

PASMEM!

To falando do Philippão.
Aquele ser que me atura há mais de 6 anos (inclusive nos períodos de TPM) e que eu já naum sei mais se chamo de namorado, noivo, marido, amor ou tampa da minha panela.
O dito cujo, além de ser lindo de morrer, educado e talentoso, ainda é aquariano.
Me achei.

Ainda bem que ele me achou também!



5 pensamentos:

Phil disse...

Estufei amorzão. assim eu fico encabulado. adorei mesmo.
No meu aquário só não pode ser um peixe beta, pois a relação seria mortal. Nem um baiacú, pois qualquer irritação te incharia e tiraria toda a água do aquário. Muito menos um tubarão, tenho medo. Sem falar na Piranha e na Enguia. Tem que ser como tu é amor, peixe namorado com a graça de um dourado, a perseverança de um salmão e respirar água doce de paixão.( altas rima )Te amo lindona.

Janeisa Tomás disse...

rsrsrsrs...sou do signo de escorpião e coisa que não tenho é ciúme...não tenho ciúme nem de marido, quem dirá de amiga. Bjs.

Cíntia Teixeira disse...

Óimmmmm, que declarações lindinhas (a tua e a da tua tampa)! Amei! Hum, quanto àquela visita lá, dizem por aí que o big boss gostou muito do seu CV. Agora só falta ter vaga, é torcer (espero que você entenda o recadinho codificado). Beijo!

Roseli de Araujo Gomes disse...

Pois é - sou Virginiana - e dizem que nada típica... para começar "achar a tampa da panela" é mais difícil que tudo - muito metódica e crítica (presente) - achei um Leonino - a dúvida é eterna - até quando uma virginiana consegue??? risos

Adriane Di Pietro disse...

Maitê,

Que gostoso ler seus textos!

São ricos e simples... são o máximo!

Agrada gregos e troianos,

Transparecem a sua maturidade.

Sempre que dá, passo por aqui, e sempre vale a pena.

Emocionantes, por isso torço por sua inspiração...hehehe

Tenho horror a puxassaquismo(ui),
mas essa família, não dá... Sou fãzoca mesmo... Beijão queridos

Blog Widget by LinkWithin