BlogBlogs.Com.Br

16/03/2009

Em defesa do Bispo

Em primeiro lugar, sou absolutamente a favor do aborto. (mas isto não está em discussão agora)
Em segundo lugar, não tenho religião definida. (mas isto também não está em discussão agora)
O caso é que o tal do bispo que excomungou os envolvidos lá no caso da menina de 9 anos, que abortou os gêmeos, ta sendo mais criticado que o padrasto, que cometeu o estupro. E isso é um grande absurdo.
Gente, o caso é simples.
A Igreja Católica é absolutamente contra o aborto. Em qualquer caso.
Um dos mandamentos da Igreja é não matar e, segundo o entendimento da mesma, a vida inicia a partir da concepção. Portanto, o aborto é um assassinato.
O fato da menina correr risco de vida não muda em nada este quadro. Não se pode salvar uma vida em detrimento de outra.
De acordo com as leis católicas, quem pratica o aborto está automaticamente excomungado.
Ponto.
Se você não concorda com a posição dos bispo excomunguento, lamento, mas você não é católico.
Simples assim.
Quem se propõe a seguir determinada doutrina ou religião deve submeter-se às crenças e tradições da mesma.
Claro que você não é obrigado a concordar com tudo que o Vaticano prega.
O único problema é que deve, então, procurar outra religião.
Ir à missa aos domingos não faz de você um católico. Talvez você concorde com os ensinamentos atribuídos a Cristo, que realmente são dignos de tantos seguidores, mas entenda, além destes ensinamentos tão nobres existe uma série de dogmas que fundamentam as religiões. A proibição do oborto é um deles para a Igreja Católica.
O que nos leva a concluir que o bispo está corretíssimo. Apenas cumpriu a sua tarefa de bispo.

5 pensamentos:

Phil disse...

exatíssimo! meu orgulho!

Raffs disse...

caraca, véi!!

paguei pau agora pra tu... sério mesmo. falou e disse!

ele só está sendo verdadeiro com ele e com a fé que ele professa. eu também sou a favor do aborto, por achar que a mulher tem direito de escolher o que faz com seu corpo. em casos de estupro principalmente. isso não quer dizer que eu seja a favor do assassinato de criancinhas indefesas. só sou a favor do direito de escolha: cada um faz o que quer. eu não digo que não faria, mas seria uma decisão muito bem pensada, antes de tudo.

quantas mulheres hoje morrem em clínicas de aborto clandestinas? a não legalização não impede o ato. do contrário, poderíamos ter maior controle sobre a vida da mulher que fez a sua escolha...

religião e política: essa mistura sempre deu o que falar..

bjitos e é muito bom tê-la de volta à blogosfera..

não suma de nós!!

Elaine disse...

Olá!
Achei seu blog por acaso e quando li o título do seu post pensei: lá vem mais uma ironia.
Eu sou católica, sou praticante(ainda que deteste este termo) e portanto sou visceralmente contra o aborto. Desde que explodiu essa estória da excomunhão eu ouvi muita besteira, críticas vindas de quem não tem ideia do que está falando. Seu artigo é, sem dúvida, o mais lúcido que eu li até agora. E o mais absurdo é ouvir de gente que se diz católica que o Arcebispo está sendo um monstro; essas pessoas professam uma fé que desconhecem...

Maite Lemos disse...

Bom, ao Philippe e à Rafa eu só tenho q agradecer.
Mas à Elaine... eu preciso agradecer muito mais.
Senti um grande frio na barriga quando comecei a ler seu comentário por que, afinal, eu nunca recebi nenhuma crítica e sei que mexi em assunto muito delicado, portanto me preparei pro pior.
Obrigada, Elaine, por respeitar minha opinião, por entender meu ponto de vista e, principalmente por me visitar e manifestar o seu ponto de vista comigo.

Bjnhos

Roberta Peixoto disse...

Oi Maite
Cheguei aqui pulando de blog em blog, e o título do seu texto me fez ter vontade de ler. Gostei muito da forma como você escreve. é corajosa! Acabei lendo vários outros textos. Parabéns pela forma sensata e coerente que escreve. Estarei sempre aqui. Já está nos meus favoritos..rs bjão

Blog Widget by LinkWithin